News / Links

Este é um canal do Coletivo Tradutores e Intérpretes para compartilhar informações recentes, artigos de interesse e notícias das áreas de tradução e de interpretação.

Visite com frequência e atualize-se.

Feliz Dia do Tradutor!

Vida de tradutor é assim: seja no papel ou na fala, promovemos uma comunicação sem enrosco!Desenrolar imagem

Presença do Coletivo no SIMBI

O 1o Simpósio Brasileiro de Interpretação (SIMBI) foi realizado em São Paulo entre os dias 4 e 6 de setembro de 2013. A equipe do Coletivo estava representada entre participantes e palestrantes, buscando aprimorar seus conhecimentos na área e compartilhar sua experiência com nossos colegas de profissão.

Layla Penha fez uma palestra sobre a importância da forma como se transmite a mensagem, que certamente vai além das palavras e inclui outros aspectos da prosódia, como ritmo, entonação, etc.

Suzana Gontijo fez uma apresentação sobre a interpretação na área médica, com dicas valiosas sobre como um intérprete deve se preparar para esses eventos tão específicos que exigem muito estudo e conhecimento prévios.

É o Coletivo trabalhando também na área de pesquisa e aprimoramento de nossa profissão!Layla na mesa Pat e Layla no SIMBI Foto Su no SIMBI

Se o mundo é globalizado, por que os chefes de estado não falam inglês em seus discursos?

Por que os líderes de estado falam sua própria língua em encontros diplomáticos, se alguns deles sabem falar fluentemente o idioma do país que os recebe? Este interessante artigo + áudio traz aspectos interessantes dessa questão, indicando inclusive qual é o recado que eles querem passar quando decidem fazer seu discurso em um idioma que não é o seu. De quebra, a discussão ainda apresenta algumas vantagens de se usar um intérprete profissional nesses encontros.

http://pri.org/stories/2013-09-26/sometimes-its-not-what-you-say-or-how-you-say-it-its-language-you-pick

Você já pensou que um intérprete pode ser deficiente visual? O intérprete canadense do link abaixo nos conta como se prepara para os eventos com a ajuda da tecnologia e dos colegas. No entanto, o texto não menciona a questão da acessibilidade das cabines, que aqui muitas vezes são instaladas em espaços apertados e/ou em bases elevadas sem proteção lateral ou escadas. Essa seria um desafio extra no nosso mercado.

O desafio da acessibilidade para intérpretes portadores de deficiências